Artigos Pedagógicos
  Avaliação Educacional
  Escola Digital
  Educação a Distância
  Educação Inclusiva
  Educação Infantil
  Estrutura do Ensino
  Filosofia da Educação
  Jovens e Adultos
  Pedagogia Empresarial
  Outros Assuntos
 História da Educação
 Linhas Pedagógicas
 Metodologia Científica
 Projetos/Planejamento
 Biografias
 Textos dos usuários

 Listar Todas
 Por Níveis
  Educação Infantil
  Ensino Fundamental I
  Ensino Fundamental II
 Por Disciplinas
  Matemática
  Língua Portuguesa
  Ciências
  Estudos Sociais
  Língua Inglesa
  Língua Espanhola

 Jogos On-line
 Desenhos para Colorir
 Contos e Poesias

 Glossário
 Laifis de Educação
 Estatuto da Criança
 Indicação de Livros
 Links Úteis
 Publique seu Artigo
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

  
A Importância do Pedagogo em Classe Hospitalar

Autor: Patrícia Cristina Jacob Vieira
Data: 18/11/2015
RESUMO

Este artigo foi baseado na observação de pacientes do Hospital Estadual Infantil Darcy Vargas e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Tem como finalidade mostrar a importância do pedagogo em classe hospitalar, uma realidade que aprofunda a reflexão e o conhecimento sobre a classe hospitalar enquanto campo de atuação docente. Resultados parciais de pesquisa descritiva realizada em diferentes espaços hospitalares revelam que um dos desafios a ser superado se refere às especificidades da prática docente nessa modalidade de ensino. Em outras palavras, o professor de classe hospitalar desempenha um papel de mediador entre a criança e o hospital; para a criança ou adolescente hospitalizado, o contato com o professor e com a classe hospitalar é uma oportunidade de ligação com os padrões da vida cotidiana e com a vida em casa e na escola (Fonseca, 2003). Para a realização deste artigo realizou-se uma visita no Hospital Darcy Vargas, onde se observou como são feitas as aulas em classe hospitalar. O artigo mostra a importância da atuação do Pedagogo dentro de um hospital e a importância da Pedagogia.


Palavras-chave: Pedagogia Hospitalar, Classe Hospitalar, Pedagogo.
 

1. INTRODUÇÃO

A legislação brasileira reconhece o direito à educação, mesmo que seja em um leito de hospital. Os profissionais são preparados para lidar com a inclusão desses alunos que mesmo distantes da sala de aula têm a oportunidade de continuar estudando, com o mesmo ensino da educação regular. A enfermidade do educando muitas vezes o obriga a se ausentar da escola por período prolongado, trazendo prejuízos às atividades escolares, pois a sua rotina é voltada para exames médicos.

A criança internada acaba tendo uma defasagem de escolaridade e, muitas vezes, abandona a escola devido às dificuldades que encontra ao retornar.

O Pedagogo leva o ensino até o hospital, desenvolvendo atividades curriculares, uma vez que o paciente se torna impossibilitado de frequentar as aulas por motivos de doença prolongada.
  Próxima

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2017 Só Pedagogia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.