Artigos Pedagógicos
  Avaliação Educacional
  Escola Digital
  Educação a Distância
  Educação Inclusiva
  Educação Infantil
  Estrutura do Ensino
  Filosofia da Educação
  Jovens e Adultos
  Pedagogia Empresarial
  Outros Assuntos
 História da Educação
 Linhas Pedagógicas
 Metodologia Científica
 Projetos/Planejamento
 Biografias
 Textos dos usuários

 Listar Todas
 Por Níveis
  Educação Infantil
  Ensino Fundamental I
  Ensino Fundamental II
 Por Disciplinas
  Matemática
  Língua Portuguesa
  Ciências
  Estudos Sociais
  Língua Inglesa
  Língua Espanhola

 Jogos On-line
 Desenhos para Colorir
 Contos e Poesias

 Glossário
 Laifis de Educação
 Estatuto da Criança
 Indicação de Livros
 Links Úteis
 Publique seu Artigo
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

 

Anton Makarenko

 
 

Makarenko nasceu em 1888 na Ucrânia. Era filho de um operário ferroviário e de uma dona de casa. Como a maioria das crianças daquela época, aprendeu a ler e escrever em casa, com o auxílio da mãe e logo depois foi matriculado em uma escola primária. No colégio teve acesso ás disciplinas de língua russa, aritmética, geografia, história, ciências naturais, física, desenho, canto, ginástica e catecismo, mas infelizmente não pode estudar a sua língua materna, a ucraniana, pois foi proibida pelo império czarista na Rússia e nem lógica e filosofia, exclusivas da elite.

Ao completar 17 anos, Makarenko finalizou o curso de magistério e entrou em contato com as idéias de Lênin e Máximo Gorki, que influenciaram sua visão de mundo e de educação.

Em 1906, ocorreu sua primeira experiência em sala de aula, na Escola Primária das Oficinas Ferroviárias, onde ficou durante oito anos. Logo assumiu a direção de uma escola secundária. Com a ajuda dos pais e professores, ampliou o espaço cultural e modificou o currículo. Estabeleceu o ensino da língua ucraniana.

A experiência mais marcante foi quando assumiu a direção da Colônia Gorki, em 1920 a 1928, era uma instituição que atendia crianças e jovens órfãos que haviam vivido na marginalidade. Nesta escola ele pôs em prática um ensino que privilegiava a vida em comunidade, a participação da criança na organização da escola, o trabalho e a disciplina.

Morreu em 1939, de ataque cardíaco durante uma viagem de trem.

 

 
 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2017 Só Pedagogia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.