Artigos Pedagógicos
  Avaliação Educacional
  Escola Digital
  Educação a Distância
  Educação Inclusiva
  Educação Infantil
  Estrutura do Ensino
  Filosofia da Educação
  Jovens e Adultos
  Pedagogia Empresarial
  Outros Assuntos
 História da Educação
 Linhas Pedagógicas
 Metodologia Científica
 Projetos/Planejamento
 Biografias
 Textos dos usuários

 Listar Todas
 Por Níveis
  Educação Infantil
  Ensino Fundamental I
  Ensino Fundamental II
 Por Disciplinas
  Matemática
  Língua Portuguesa
  Ciências
  Estudos Sociais
  Língua Inglesa
  Língua Espanhola

 Jogos On-line
 Desenhos para Colorir
 Contos e Poesias

 Glossário
 Laifis de Educação
 Estatuto da Criança
 Indicação de Livros
 Links Úteis
 Publique seu Artigo
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

  
A Inclusão das TICs no Ensino Superior

Autor: Zulmira Costa Adjuto
Data: 02/02/2017
RESUMO

Este artigo tem por finalidade analisar e comprovar a importância do uso das TICs (Tecnologias da informação e comunicação) no processo de aprendizagem, especialmente no ensino superior. Com a adequação do docente às novas tecnologias, foi possível abordar a importância dessas na aquisição das habilidades e das competências necessárias ao aprendizado significativo. Provou-se, assim, que sem as TICs e a sua relativização com o mundo em que vivemos, é praticamente impossível a verdadeira aprendizagem. Para tanto, o conjunto de habilidades que transformará o discente em um profissional competente ocorre através da dinamização do ensino, proporcionado pelas novas tecnologias. Assim, o trabalho prossegue com abordagens acerca da influência destas mídias tecnológicas no dia-a-dia das pessoas, afunilando-a, consequentemente, para o processo de aprendizagem. Em seguida, pretende-se mostrar o fundamental papel do professor na aquisição do conhecimento através das TICs, transformando-o em aprendiz. Mostrou-se, ao longo desta abordagem, que é necessário ao professor humildade e dedicação, inicialmente para aceitar uma tendência real e irreversível e, posteriormente, para aprender a lidar com ela e utilizá-la em benefício próprio e a favor dos seus discentes. Por fim, aborda-se o uso das TICs no ensino superior, exemplificando por meio do EAD, novo conceito de ensino praticado nas instituições e implementado a partir dos ambientes virtuais de aprendizagem, globalizando o conhecimento e ampliando o processo de interação, que promove o aprendizado significativo. Assim, a utilização das tecnologias de informação é uma realidade da qual não se pode abrir mão ou ignorar, sob pena de estarmos tornando impossível um processo que, por sua própria natureza, já é bastante complexo.

PALAVRAS-CHAVE: TICs. Ensino-aprendizagem. Conhecimento. Docente, Discente

1. INTRODUÇÃO

Segundo Gadotti (2003, p. 35), para ser professor é necessário:

"(...) ter uma concepção de educação; ter uma formação política, ética, isto é, ter compromisso; respeitar as diferenças; ter uma formação continuada; ser tolerante diante de atitudes, posturas e conhecimentos diferentes; preparar-se para o erro e a incerteza; ter autonomia didático-pedagógica; ter domínio do saber específico que leciona; ser reflexivo e crítico; saber relacionar-se com os alunos; ter uma formação geral, polivalente e transversal".

Enfim, fazer da profissão um projeto de vida. Assim, a arte de lecionar não se restringe a um processo de transmissão de informações com a finalidade de avaliar de maneira tecnicista se o aluno aprendeu ou não. É mais uma relação emotiva do que referencial. É mais amor que profissão. A divisão dos saberes e experiências num contexto de aprendizado mútuo é premissa básica para que se possa atingir os verdadeiros objetivos da relação ensino-aprendizagem, que consistem em aprender a pensar, refletir e questionar como ser pensante, não apenas como mero repetidor das informações transmitidas.

Neste contexto, a contribuição das TICs é mais que significativa, é essencial. Sem a utilização dos recursos tecnológicos que, não apenas auxiliam e dinamizam o processo de aprendizagem, mas também fazem parte do cotidiano dos alunos, a tarefa de ensinar e aprender se torna árdua o bastante para que se possa ter prazer em enfrentá-la.
É papel das instituições de ensino, das equipes pedagógicas e dos docentes, se debruçar sobre esta nova realidade. Não há mais mundo sem tecnologia. Os métodos tradicionais, baseados no discurso do professor e nos ouvidos do aluno, estão completamente defasados e ineficazes. Além disso, as aulas tradicionais têm afastado os discentes, especialmente no ensino superior, das salas de aula, ressaltando ainda a ineficiência destas metodologias no que concerne ao aprendizado significativo e à aquisição das competências necessárias para o competitivo e exigente mercado de trabalho.

Assim, a inserção das TICs no processo educativo, em todos os seus níveis, é uma realidade irrefutável e irreversível, inclusive com o intuito de tornar o discente ator fundamental de sua aprendizagem, dividindo com o professor e com os demais membros da comunidade escolar a responsabilidade do aprender verdadeiro e significativo. O ensinar se faz com o aprender e o aprender se faz com humildade, aceitando as diferenças, adaptando-se às mudanças, dinamizando e, principalmente, dividindo os saberes, através das mais variadas propostas pedagógicas embasadas no uso consciente e adequado destas poderosas ferramentas que são as tecnologias de informação e comunicação.
  Próxima

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2017 Só Pedagogia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.